Cartas e diálogos com a alma!

Em 2007, escrevi crônicas em forma de cartas que a personagem Gabi escrevia para Santo Antônio para o Gramadosite. Mais recentemente, em Num Sofá de Bolinhas, a protagonista escreve cartas ao amanhecer, enquanto trabalha uma perda. Sempre curti essa ideia de escrever cartas como forma de dialogar com mais profunda e sagrada parte nossa: a […]