Criativamente viver

Viver criativamente. O que é isso?

Compreendo que viver criativamente é viver de dentro para fora. É alinhar nosso trabalho e estilo de vida com a essência, com o nosso core, e às profundas intenções que dão significado à nossa existência por aqui. Enfim, é ser autêntico à voz do coração e pleno como consequência. Simples, assim.

E não sou eu quem diz isso, não!  O mentor vocacional Rick Jarow vem encorajando milhares de pessoas mundo afora a trabalhar com propósito de vida, a partir do que é verdadeiro e autêntico para elas.

– A alegria é a essência de ser você mesmo. Quando fazemos o que nos faz sentir bem, a alegria flui e é contagiante – explica Jarow no livro Criando o Trabalho que Você Ama.

Para ele, é assim que vamos garantir a mais genuína contribuição à comunidade mundial que está emergindo. A partir da nossa natureza, da sintonia com  verdade do coração – afinal, ele é o nosso canal de conexão e acesso à fonte ilimitada e abundante de sabedoria do universo. Ou seja, é o que nos torna co-criadores da vida no planeta.

Em resumo: não há nada e nem ninguém melhor para sermos nessa vida – para o nosso bem e de todo o planeta – do que nós mesmos.   A ausência desta consciência nos joga no pólo oposto, apático, em que se vive indiferente ao que faz e à mercê de fatores externos (do mercado, da economia, da família, para citar alguns). Aquele que nos torna ‘vítimas do mundo’.

Ser fiel e estar consciente da natureza nossa, em sintonia com a sabedoria do  coração, é o que de fato nos permite desfrutar dos dons e talentos, das benesses e potencialidades que a essência divina que nos habita oferta em abundância a nós.  É o que faz o coração pulsar com alegria e coloca brilho no nosso olhar. É que nos conecta e nos leva a viver com todo o coração. E muda o mundo.