Inspirando coerência & consciência

Foi em um início de tarde quente do verão de Porto Alegre que eu sentei para dialogar, mais uma vez, com a médica Luciana Costa. Na pauta da nossa conversa,  essência, consciência, impermanência, vida.

Conheci a Luciana no segundo semestre de 2014, mas foi ano passado que acabei convivendo e dialogando mais com essa profissional da área da saúde que inspira lindas transformações por aí – e me leva a escrever aqui.  O que mais me encanta em sua história, além da bela desconstrução e profunda mudança que a Luciana viveu, é a lucidez coerente da sua abordagem de saúde integral. E a orientação pelo caminho do meio, como  ela tão bem explica em sua palestra no TEDxPassoFundo. Olha só.

Inspirador, não é?

Para Luciana, os conhecimentos milenares que estão sendo resgatados agora nos permitem compreender a integralidade do ser. Ou seja, que somos todos natureza, à sua semelhança. Conceito este que temos muuuuuuita dificuldade de assimilar e viver exatamente por aquela parte nossa que nos diferencia como espécie. Sim, isso mesmo: a mente.

Como assim?

Há uma parte na mente chamada ego que, atualmente, ao invés de nos servir – como foi programado para ser -, acabou nos dominando. Sim, nos tornamos escravos dele sem perceber ao longo destes milhares de anos.

Mas como isso aconteceu?

Pois então, tudo nasceu e se fortaleceu em função do apego.  Aham, é exatamente através do apego que esse tal ego nos controla, desestabiliza, desequilibra, adoece.  Porque com o apego, vem o medo. E com ele, o estresse.  O excesso deste, por sua vez, leva ao desequilíbrio. E, assim, à doença.

Mas como mudar isso? Como tirar o ego do controle e, assim, colocá-lo de volta na função para a qual ele foi criado – a de nosso servo?

A resposta é simples: com consciência! Com o relembrar aquilo que esquecemos como espécie ao longo destas centenas de anos e que nos permite nos relacionarmos com a mente sem sermos dominados por ela. Consciência.

E como se faz isso?

Para Luciana, tudo começa pelo corpo. Primeiro ele, depois a mente. Desintoxicar a energia do organismo, depois a da mente. O porquê, Luciana deixa super claro na palestra acima. Se você ainda não assistiu ou precisa ver novamente, faça! Porque dá pra entender direitinho por que tudo começa pela nossa fisiologia, pelo equilíbrio natural do organismo e do corpo. E como podemos realmente transformar o mundo assim.

Obrigada, Luciana, por inspirar consciência, coerência  e lindas transformações com tuas palavras e trajetória. _/\_

PS: Luciana também é voluntária do TEDxLaçador que terá nova edição nos dias 21 e 22 de maio. O tema? Consciência e ação. Pra saber mais, olha aqui.

consciênica