Era uma vez…

… uma jornalista apaixonada por conectar ideias e ligar os pontos entre diferentes universos do conhecimento. Fascinada que era pelos mistérios entre o céu & a terra, fez pós-graduação em Astrologia e Sistema BodyTalk.  E encantada desde sempre por contos de fadas e pelo poder das histórias,  tempos depois, estudou Storytelling.

Com isso, uniu suas paixões e talentos e começou a criar pontes de conexão e significado entre os mistérios do céu e as energias na Terra, entre macro e micro cosmos, entre o universo lá fora e o nosso de dentro.  E passou a viajar & contar histórias, inspirando e impactando positivamente a vida das pessoas por aqui.

Saiba mais sobre a trajetória desta autora por vocação,
e jornalista, astróloga e storyteller por formação.

E conheça um pouco do que ela já fez, participou e inventou por aí.

O QUE DIZEM

  • ‘Para mim ela vai ser sempre a Lila, ex-colega de faculdade que virou amiga para a vida. Para o mundo, ela é Marília Rizzon, especialista em storytelling e uma contadora de histórias de mão cheia. Jornalista por formação, astróloga por inspiração divina e escritora pelo dom e resposta ao seu destino’.   Gislaine Quintana Marques

  • ‘ Há quem fale de coisas ásperas sim, mas que consegue traduzir para uma receita doce o que originalmente é difícil de tratar. É assim que vejo teus textos e teu jeito de escrever. Simples, sagaz, inteligente e carregado de significado. Textos que deixam o sentimento do possível, do pode ser feito, do pode ser vivido.’  Glenn Gomes de Carvalho

  • ‘ A Lila ouve e entende. Depois pesquisa. E, enfim, cria. A Lila inventa. E põe em prática. Bota pra quebrar. A Lila produz conteúdo, a Lila gera notícia. Para nós que gerenciamos marcas, isso é fundamental. …   Na área de comunicação, a Lila talvez seja a pessoa mais completa e capaz com quem já trabalhei’.  Rafael Sager

  • ‘O que seriam das palavras se não fossem as pessoas iluminadas por uma capacidade ímpar de organizá-las a ponto de tocar nossa alma e nosso existir.’  Eliana Colognese

  • ‘Essa menina é uma bruxinha! Sempre brinco, mas a Lila não tem nada de “bruxa”. Na realidade, ela é uma profissional competente que ama o que faz e o mais importante, faz com amor e carinho.’ Paula Jaeger Oberherr

     

  •  ‘Adoro a forma como tu interpreta os  fenômenos e as interações  pessoas – sentimentos – energias –  vida.’
    Carlos Lampert Filho